Sábado, Agosto 19, 2017
   
Text Size

Pesquisa

País tropical, abençoado por Deus

paistropicalO Brasil é um país de rara beleza, com recursos naturais imensos como o Aquífero Guarani - provavelmente a maior reserva de água potável do mundo-, minérios, solo fértil, clima agradável são alguns aspectos existentes e reconhecidos mundialmente e que podem ser apontados como potencial nacional.

Nascer em um país como o Brasil é realmente um presente valioso que cada brasileiro recebeu, antes mesmo de reencarnar. Entretanto, tudo isso faz este afortunado povo, muitas vezes, esquecer-se dessas dádivas e, consequentemente, não dar o devido valor a essas riquezas. Muitos problemas mundiais como escassez de água potável, terremotos, maremotos, tsunamis, ciclones, furacões e vulcões passam despercebidos, como se isso estivesse muito longe e não fosse acontecer por aqui.

Mas, com os acontecimentos dos últimos tempos, ficou notório que o brasileiro não pode olhar com certa indiferença para alguns problemas iminentes. A falta da água, o desmatamento , a poluição e outros tantos problemas que parecem apenas detalhes em uma nação tão abundante em recursos naturais, passam a ser vistos de forma diferente e o interesse e necessidade de manutenção desses recursos começa a fazer parte dos habitantes deste país.

rioO brasileiro é privilegiado porque aqui não acontecem determinados fenômenos que trazem trágicas consequências ao seu povo, como em outros países. Mas uma mudança nas atitudes e na cultura terá realmente efeito quando se falar em reciclagem e se levar a sério a importância de um equilíbrio ecológico.

As tragédias naturais, como as que tristemente ocorreram na Indonésia e outros países asiáticos existem. Porém, elas são resultado da irresponsabilidade e irreverência do homem com o planeta que o acolhe e colabora com a evolução humana. Nas grandes capitais como São Paulo, Rio de Janeiro ou outras tantas cidades brasileiras vemos cenas em que o desrespeito para com a natureza e com o semelhante predomina. Por exemplo, ao se jogar lixo no chão, na falta de saneamento tendo como resultado, em curto prazo, bueiros entupidos, rios transbordando e, consequentemente, enchentes que trazem as mais variadas moléstias e desconfortos, devem deixar de fazer parte da cultura do brasileiro.

É um trabalho de conscientização que precisa começar desde cedo, com o exemplo dos pais e continuar em toda a sociedade, fazendo com que essa atitude seja como deveria ser, natural a todos os cidadãos. Um país que consegue atingir uma organização, saindo da entropia em relação aos detritos que produz, também estará pronto para organizar-se em outros aspectos sociais, demonstrando um crescimento.

Assim, sem muito esforço, cada um fará com que a evolução em um determinado aspecto ocorra, e perceberá que evoluir não é um “bicho de sete cabeças”. Basta trabalhar favoravelmente com a onda evolutiva, para perceber que os maiores dificultadores deste processo são as atitudes contrárias do homem, mas que podem facilmente serem modificadas, como aprender a jogar o lixo no local adequado e não pela janela do carro ou no chão, por exemplo. Dessa mesma forma é necessário que o homem esteja atento para várias outras situações que “poluem” a sua vida e impedem que a evolução ocorra.

Por isso, este amado país tropical, abençoado por Deus, deve ser muito bem cuidado, para garantir seu crescimento e torná-lo a melhor morada, onde seja possível aprender, se possa evoluir, conviver e fazer uso de tudo o que a maravilhosa fauna e flora brasileira têm a oferecer a seus habitantes.


SAIBA MAIS:

Aquifero Guarani

Desmatamento

Reciclagem

Novidades

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4