Segunda, Outubro 23, 2017
   
Text Size

Pesquisa

Reciclagem: Uma Necessidade!

reciclagemTudo o que consumimos, desde o início dos tempos, gera algum tipo de resíduo. Desde a caça de um animal para nossos antepassados às embalagens de nossas antigas chupetas, passando por nossas fraldas (ainda não descartáveis), até o nosso cafezinho habitual têm como resultado algo que é descartado.

Pensar nisso a todo instante é quase impossível devido ao nosso condicionamento, mas ter essa consciência é o primeiro passo para se pensar um mundo sustentável, no qual nossa postura é de suma importância.

Além de uma sensível redução no consumo, é preciso aprender o valor da reciclagem. Alguns estudos afirmam que se todas as pessoas que habitam a superfície da Terra consumissem como as do primeiro mundo, nosso planeta não teria condições de suprir tal demanda em termos de matéria prima. Mesmo sendo essa situação hipotética é preciso que diminuamos sensivelmente a exploração incontrolada dos recursos do planeta.

Nesse panorama, o papel da reciclagem é de fundamental importância. Cada brasileiro produz, em média, 1 kg de resíduos por dia, o que representa cerca de 190.000 toneladas de lixo diárias no país, já os norte americanos produzem 3 kg por dia, por habitante. De toda essa sujeira reaproveitamos somente 11%, nos países desenvolvidos essa taxa se eleva para 55%.

No início, a palavra reciclagem estava intimamente ligada à questão ecológica, no intuito de reduzir os aterros sanitários devido, principalmente, à proliferação das embalagens descartáveis. Atualmente passou a representar uma série de técnicas que visam reprocessar substâncias jogadas no lixo para que possam ser reinseridas no mercado. Existem técnicas específicas para cada tipo de material a ser reciclado, mas nem todos os materiais podem ser reaproveitados. Para que esse processo seja um sucesso, a coleta seletiva é de fundamental importância.

Mas o que significa isso na prática? A simples reciclagem de uma única latinha de refrigerante economiza energia suficiente para funcionar uma geladeira por quase dez horas. Em 2006, a reciclagem de 30.000 toneladas de papel fez o país deixar de derrubar 600.000 árvores. Cada tonelada de aço reciclado economiza e preserva mais de 110.000 toneladas de minério de ferro, material que tem um custo de extração elevadíssimo.  No Brasil a reciclagem movimenta cerca de R$ 3 bilhões por ano e emprega aproximadamente 170.000 pessoas.

A conscientização da população e os incentivos municipais nos ajudariam a aumentar nossos índices melhorando nossa colocação em relação aos Estados Unidos, Alemanha, Japão e Holanda, lideres mundiais na reciclagem.

Na Europa Ocidental já se cobra uma taxa para aqueles que querem sacolas plásticas para levar suas compras, a maioria das pessoas levam suas sacolas de casa. Também na Europa, as garrafas de vidro ou de plástico valem descontos na compra de água mineral ou refrigerantes. Para reduzir o lixo industrial a União Européia está financiando projetos para transformar em insumo o lixo de outras fábricas, até já se utiliza fuligem das chaminés na produção de tijolos e estruturas metálicas para a construção civil.

O Brasil é campeão mundial na reciclagem do alumínio, mais de um milhão de latinhas por hora, o que gera um reaproveitamento de 94% delas. Também temos bons índices para o papelão (77%) e garrafas PET (50%), mas ainda temos índices muito baixos para outros tipos de plástico e produtos como vidro, latas de aço, pneus e embalagens longa vida.

Somos um país de proporções continentais, isto significa dizer que tudo o que fazemos enquanto nação interfere de maneira substancial na esfera global. O exemplo que damos ao mundo, no que diz respeito à liderança na reciclagem do alumínio, pode e deve se estender a outros materiais que consumimos em grande quantidade.

Já sabemos que a reciclagem gera grandes recursos financeiros, já passou o tempo em que lixo era somente lixo. Hoje temos uma visão mais ampla do significa a sustentabilidade do planeta, geramos empregos, diminuímos a poluição reaproveitando materiais que seriam desperdiçados. A natureza agradece e as futuras gerações também.

pneuBibliografia:

http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/reciclagem/index.shtml
http://www.alcoa.com/brazil/pt/custom_page/reciclagem/reciclagem.asp
http://www.ibge.gov.br

Fonte imagem:
Globo: © Madartists | Dreamstime.com
Pneus: © Soldeandalucia | Dreamstime.com

Novidades

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4