Segunda, Junho 26, 2017
   
Text Size

Pesquisa

O Universo que cada filho é – parte I

filhosGeneticamente, sabemos que um filho é o resultado da união de cromossomos do pai e da mãe em iguais proporções e é a combinação destes cromossomos que resultará, fisicamente, em um bebê. Cor dos olhos, cabelo, altura, tendências a determinadas doenças, tipo de sangue...

Contudo, este bebê traz consigo traços de personalidade, tendências a vícios e qualidades que também têm origem na contraparte energética da combinação dos gens-carma de seus pais. Isso mesmo. Se você quer ter uma ideia de quais serão as facilidades e dificuldades para educar seu filho, observe a você mesmo e a seu companheiro. Mesmo trazendo toda uma história de vida proveniente de encarnações anteriores e toda uma caracterização personalística, o novo reencarnante tem como base, a energética formada pelos pais. Esta base poderá facilitar-lhe o desenvolvimento ou não.

Por isso é que um ditado popular diz que “é de pequeno que se torce o pepino”. Vamos supor que o futuro bebê tenha uma tendência que o acompanha de outras encarnações, como a de ser preguiçoso fisicamente, mas nasce em uma família em que o pai e a mãe têm o bom hábito de exercitar-se fisicamente e desde a mais tenra idade, o desenvolvem com o bebê. Embora tenha encarnado com tendência a ser preguiçoso, este bebê jamais o será, pois não lhe foi dada a oportunidade de fazer esta energia florescer, todavia o contrário também pode acontecer.

Imaginemos um bebê que venha com uma característica de organização que está em desenvolvimento desde outras encarnações, mas que seja criado em um ambiente onde pai e mãe deixam tudo em qualquer lugar, esquecem-se de compromissos, chegam sempre atrasados. Não podemos afirmar categoricamente que este perderá esta característica, mas podemos dizer que ele terá muita dificuldade em manifestá-la, pois o que lhe é ensinado, pelo exemplo, é justamente o contrário.

Se, contudo, a organização já estiver concluída em sua formação energética, os pais podem vir a se surpreender com um filho tão organizado, todavia será como um a flor nascendo entre as pedras. A real natureza vencendo uma situação adversa.

O fato é que a base formada pelos pais – física e energeticamente – é o que o novo reencarnante tem para se formar. O que os pais já têm de qualidades desenvolvidas estará na estrutura energética dos veículos formados e será um aporte de desenvolvimento de novas qualidades ou fortalecimento de outras que a própria história do ser reencarnante tem como marca. Contudo, os vícios dos pais também serão da criança, se ela não tiver uma força e uma clareza muito grande no que já manifestou de qualidade em outras encarnações.

Se você, como pai ou futuro pai, quer uma vida melhor para seu filho, saiba que, o que de melhor pode fazer por ele é ser melhor a cada dia, pois a força do exemplo bem ajustado é maior que qualquer tendência negativa. Forme-se em qualidade, que estará fazendo também por seus filhos. Esta é a melhor educação que você pode dar-lhe.

Leia mais:
•    Sensibilidade se desenvolve
•    Cuidados espirituais para ver Deus
•    O Universo que cada filho é – parte II
•    Comportamento Hereditário

Bibliografia

MORAIS, E. S. Estudo. Realizado em ocasião de Reunião do Grupo Escola. IPE – Instituto de Pesquisas Evolutivas. Paulínia, 21 de abril de 1999.
Foto: © John Leaver | Dreamstime.com

Novidades

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4