Terça, Setembro 26, 2017
   
Text Size

Pesquisa

Resiliência: o que é e como desenvolver

resilienciaResiliência é um conceito tomado emprestado da Física pela Psicologia e se refere à capacidade que cada pessoa tem de lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas, sejam elas quais forem.

Ela resulta de uma combinação de sete fatores:

•    Administração das Emoções: capacidade de manter o equilíbrio frente a situações de estresse e com isso, ser capaz de observar as pessoas com as quais se convive e conseguir tomar uma postura emocional e lógica que produza uma relação de convivência concreta. É a habilidade de criar laços emocionais e afetivos e de mantê-los com um mínimo de desgaste e tensão.

•    Controle dos Impulsos: é a capacidade de não se deixar levar pelos impulsos, ou seja, de ser capaz de receber um impacto emocional, analisar-se e analisar o meio e as pessoas envolvidas e tomar uma melhor decisão. Envolve também o controle do sistema muscular, para que este não esboce reações indesejadas ou que expresse aquilo que se gostaria de expressar positivamente.

•    Empatia: é a capacididade de se colocar no lugar do outro e perceber quais seriam as reações ao impactos emocionais e mentais recebidos do ambiente e/ou de uma determinada situação e, portanto, tomar decisões sempre produtivas de convivência.

•    Otimismo: ter a certeza de que tudo pode ser mudado para melhor, basta assumir as rédeas da própria vida e decidir por isto. O otimista faz a sua parte e espera em Deus, tem esperança de que seu movimento correto atrairá tudo o que seja correto e melhor para todos.

•    Análise Causal: ligada à capacidade de indentificar as causas dos acontecimentos presentes, quer seja num passado próximo ou distante e de observar as condições que o meio e as pessoas envolvidas no processo oferecem para possibilidade de solução de um problema.

•    Auto Eficácia: é a crença na própria capacidade de resolver os problemas que a vida lhe oferece, ou, de uma forma mais simplista, acreditar piamente, que “Deus dá o frio conforme o cobertor!”

•    Alcance de Pessoas: capacidade de estabelecer relações com as pessoas sem medos e receios, vendo nelas, uma rede de apoio positivo para a sua evolução.

Estas características são altamente desejáveis em todo o ser humano e devem ser desenvolvidas desde a mais tenra infância e os contos de fada são um instrumento valioso para isso. Para desenvolvê-las, cabe aos pais e educadores não apenas ler o conto às crianças, mas conversar sobre ele, perguntar os porquês e demonstrar como a ação da personagem principal levou ao sucesso.

A seleção dos contos de fadas também é muito importante, principalmente porque em muitos deles, como A Bela Adormecida, por exemplo, podem estimular à inação e à espera de que as coisas caiam do céu. Ser resiliente também é saber o momento certo de agir, portanto, contos como João e Maria são fundamentais para esta percepção.

Educar e desenvolver qualidades pode ser mais fácil do que se imagina, se pais e professores não só voltarem a contar histórias, mas conversarem sobre elas.

Leia mais:
•    Percepção do bem e do mal

Bibliografia

RETIRADO de http://pt.wikipedia.org/wiki/Resili%C3%AAncia_(psicologia),
acessado em 06/11/2010

RETIRADO de http://www.resilienciapsicologica.com.br/informacao.html ,
acessado em 06/11/2010

Foto: © Paul Moore | Dreamstime.com
Autor: Rossana Ribeiro da Graça Kikuti

Novidades

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4