Sexta, Novembro 24, 2017
   
Text Size

Pesquisa

Comportamento: Momentos na vida

momentosO ”momento” é, para todos nós, um espaço muito pequeno de tempo; é apenas um instante, também, uma ocasião, uma oportunidade, uma circunstância ou uma situação, que se nos apresenta e temos que saber aproveitá-lo, para que ele se torne perene.

A nossa vida é composta de ”momentos” e oportunidades, os bons ”momentos” temos que saber aproveitars e os maus devem servir de aprendizado, para que quando eles novamente surgirem em nossas vidas saibamos como melhor enfrentá-los.

Existem ”momentos” em nossas vidas que são cruciais e ímpares, ou seja, são importantes demais e não podemos desperdiçá-los, pois, por vezes, é nesse ”Momento” que nós podemos transformar a nossa vida para melhor, basta saber aproveitá-los. Eles são, por vezes, muito rápidos e passageiros, são como as oportunidades - se as perdermos não poderemos mais recuperá-las. Diz o ditado popular ”o cavalo selado não pode passar sem que nós o montemos, porque se assim não for, o momento já passou e a oportunidade passou junto.”

Os bons ”momentos” de nossas vidas devem ser extraordinariamente importantes e, realmente, muito bem aproveitados, poissão estes que nos levam ao extremo da nossa felicidade e nos trazem aquilo que há de melhor, ou seja, o prazer de estar vivos e poder usufruir deste momento com toda a força de nossa alma.

Portanto, todos os ”momentos” pelos quais já passamos e aqueles que ainda estão por vir devem servir como um alerta para a composição de nossa felicidade que, com certeza, fará parte desses momentos que poderão ser inesquecíveis, tanto de um jeito, como do outro.

O ”momento,” dependendo da sua importância, pode ser para nós, o click que faltava para que as nossas vidas tomem o rumo que nós gostaríamos que elas tomassem. Pode ser comparado a outro ditado popular: ”um raio não cai duas vezes no mesmo lugar”. O mesmo ”momento” não acontece duas vezes em nossas vidas, por isso, o flash do ”momento” tem que ser nítido como uma foto bem produzida, como uma selfie espetacular, retocada com perfeição, para que se eternize e represente o mais lindo e importante de ”momento” de nossas vidas.

O ”momento” é sempre presente e o presente é uma dádiva que nos foi dada para que possamos agradecer por ele dioturnamente. Portanto, o ”momento” em nossas vidas deve estar sempre escancarado como se fosse uma janela, pela qual podemos observar a beleza da natureza. Se a fecharmos, obstruiremos a nossa visão para essa beleza é isto o que acontece com os ” momentos” não aproveitados, sejam bons ou ruins. Os ruins servem como lição de aprendizado e os bons devem ser emoldurados com a moldura mais reluzente possivel, para que fiquem sempre em nossas vidas.

As nossas vidas são feitas e permeadas por ”momentos”. Então temos que fazer a soma de todos os bons ”momentos” e subtrair todos os maus. O resultado dessa equação é que nos dirá se soubemos ou não aproveitar tudo o que nos acontece. Essa equação deve ser um norte a seguir. Se os bons ”momentos” forem em maior número, significa que a nossa ida está no rumo certo, caso contrário, precisamos rever tudo aquilo que nos tolheu de colher os frutos que plantamos.

Em resumo os ”momentos”, bons ou maus, fazem parte de nossas vidas, cabe a nós saber tirar o melhor dos bons e refutar tudo de ruim dos maus.

Autor: Virgílio Guicho Moura
Fonte: Novo Dicionário Eletrônico - A.B.H. Ferreira
Foto: dubova - fotolia.com