Segunda, Novembro 20, 2017
   
Text Size

Pesquisa

Câncer de Próstata: Exames Preventivos e Diagnósticos

prostataA melhor forma de detectar, tratar e garantir bom prognóstico paraqualquer patologia é realizar periodicamente exames preventivos. No que se refere ao câncer de próstata o Ministério da Saúde instituiu através da Lei 10.289 de 20 de setembro de 2001 o Programa Nacional de Controle do Câncer da Próstata no Brasil.

O Programa Nacional de Controle do Câncer de Próstata inclui, entre outras, as seguintes atividades:

• Campanha institucional nos meios de comunicação, com mensagens sobre o que é o câncer de próstata e suas formas de prevenção;

• Parcerias com as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, colocando-se à disposição da população masculina, acima de quarenta anos, exames para a prevenção ao câncer de próstata;

• Parcerias com universidades, sociedades civis organizadas e sindicatos, organizando-se debates e palestras sobre a doença e as formas de combate e prevenção a ela;

• Outros atos de procedimentos lícitos e úteis para a consecução dos objetivos desta instituição.
Todos os estados brasileiros possuem pelo menos um hospital habilitado em oncologia, local em que o paciente encontra, desde um exame, até cirurgias mais complexas quando necessário. Mas, para ter direito ao atendimento nestes centros de tratamento é necessário ter em mãos exames diagnósticos que confirmem a doença.

Durante muito tempo, o único exame utilizado paradetectar alterações na próstata era o exame de toque retal, realizado como tentativa de identificar áreasirregulares ou endurecidas na próstata, pois é justamente nesta área da glândula, alcançada através do reto, que começa a maioria dos cânceres.O exame é rápido e indolor. No final nos anos 80,a utilização dos exames de PSA e a ultrassonografia transretal começaram a crescer.

PSA (antígeno prostático especifico) é uma proteína que só a próstata produz e que se eleva muito no caso de câncer. Na maioria dos homens os níveis de PSA se encontram abaixo dos 4ng/numberamel (nanogramas por milímetro), mas o câncer de próstata pode aumentar esta taxa. Se o nível do PSA está entre 4ng/numberamel e 10ng/numberamel há uma chance em quatro de surgir um câncer de próstata;se o nível estiver acima de 10ng/numberamel as chances de ocorrer o câncer vão subindo.

Ainda que o exame de toque retal seja o mais temido e rejeitado pelos homens devido aos preconceitos, o mesmo ainda é muito eficiente no diagnostico precoce das alterações dapróstata. No Brasil aproximadamente 20% a 40% dos casos são diagnosticados na fase inicial. Não significa que um exame exclua o outro, muito pelo contrário eles se complementam.

Após a comprovação positiva de câncer outros exames podem ser necessários como Biopsia, Cintilografia, Tomografia computadorizada, Ressonância magnética (MRI), Radioimunocintilografia (ProstaScint), Biópsia de gânglio linfático, Biópsia cirúrgica, Laparoscopia, Biopsia por aspiração com agulha fina (BAAF). A necessidade de um exame ou de outro vai depender da orientação medica, extensão e tipo do câncer, estado do paciente, forma de tratamento combinada entre médico e paciente, entre outros.

Referencias Bibliográficas:

Próstata. Disponível em: http://www.accamargo.org.br. Acesso em: 24/03/2013
Câncer de Próstata. Disponível em: http://drauziovarella.com.br/cancer/cancer-de-prostata. Acesso em: 23/03/13
Conheça os tipos de câncer mais letais. Disponível em: http://www.sissaude.com.br. Acesso em: 24/03/13.
Saúde do Homem. Disponível em: http://www.brasil.gov.br. Acesso em 24/03/13.
Prevenção. Disponível em: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/prostata/prevencaoAcesso em: 24/03/13.

Foto: http://falandoemandandobraza1.blogspot.com.br/2010/09/remedio-contra-colesterol-e-eficaz.html

Saiba Mais

PRÓSTATA 

CANCER DE PROSTATA: Formas de Tratamento 

ALIMENTAÇÃO E PRÓSTATA

Novidades

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4