Domingo, Julho 23, 2017
   
Text Size

Pesquisa

Mulher - Que bicho é esse?

mulherDesde os primórdios da história do homem,..., espera aí, porque sempre que se refere ao gênero humano se diz o homem? E a mulher? Qual seu papel nesses séculos e mais séculos que fazem da espécie Homo Sapiens o que somos hoje?

As referências históricas, inclusive a linguagem, possuem palavras mais comuns masculinas, porque a maior parte foi escrita por homens, nada além disso. Deixando feminismos e eufemismos de lado, pode-se perceber que a mulher sempre teve um papel fundamental e por este motivo é tão responsável pelo mundo que vive quanto o homem. São diferentes sim, em estrutura biológica, neurológica e mesmo psicologicamente, pode-se dizer que homens e mulheres funcionam diferentemente, mas a vida em comum não somente é possível, como é complementar.

Pode-se perceber a força da mulher em diversas situações, desde muito antigamente, normalmente elas são responsáveis pela educação dos filhos, pelo funcionamento produtivo e útil de uma casa, como experts em administração de tempo, de funções que são realizadas simultaneamente, o que para o homem é normalmente difícil, já que desde a época das cavernas se programou para realizar uma tarefa por vez.

Na Pré-História, a figura feminina tinha grande importância: estava vinculada à fertilidade nas colheitas, à saúde e prosperidade das famílias. Ao mesmo tempo que o homem desenvolveu o conceito de propriedade, a mulher passou a ser um “objeto de posse” do homem e surgiu a monogamia.

Ao longo da história, as mulheres participaram de guerras, como Joana D’Arc, foram cassadas como bruxas, foram vítimas de fogueiras e tantas outras atrocidades, especialmente por expressarem uma sensibilidade que até hoje é incompreendida por muita gente. Sobreviveram a todas essas condições muito adversas. No meio dessas atribulações e, aos poucos, com a evolução do homem, surgiu o papel da mulher, sexo frágil.

Isso começou a mudar no final do século XX, quando a mulher começou a assumir as rédeas de sua vida, passando a ser proprietária de si. Hoje, estima-se que mais da metade de pequenas empresas brasileiras sejam administradas por mulheres. Algumas conseguiram assumir papéis políticos e muitas são responsáveis diretas pela sobrevivência de seus lares.

Com tantos papéis e tantas mudanças, os homens se perderam e não sabem mais como lidar com a mulher, pois simplesmente é novo olhar para elas e não para a imagem que eles mesmos criaram e cultivaram por tantos séculos. E muitas mulheres também se perderam, pois elas agora devem se assumir e ser o que querem ser, pois nos dias atuais qualquer um dos papéis aqui transcritos podem ser assumidos e a mulher encontrará homens compatíveis para conviver com esses papéis.

A complexidade da mulher reside na complexidade do comportamento do homem, do ser humano e é com a convivência, com diálogos abertos sobre tudo e com a abertura a mudanças que tragam produtividade e realizações, que o ser humano pode alcançar sua plenitude.

Novidades

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4