Segunda, Maio 29, 2017
   
Text Size

Pesquisa

Realização Profissional e a Qualidade de vida

sucessoRealização profissional e qualidade de vida são dois temas ligados diretamente. Se a pessoa não se sente realizada profissionalmente a vida será muito difícil, já que boa parte do tempo das pessoas é despendido no trabalho. Todo profissional deve buscar a sua realização, pois é o resultado do aprimoramento contínuo de seu conhecimento, obtido pelas suas experiências, até chegar à excelência do que faz. Ser um bom profissional não quer dizer somente fazer o trabalho bem feito, mas fazê-lo com amor, sensibilidade e compreensão em relação às necessidades humanas.

Realização profissional significa, fundamentalmente, gostar do que se faz, com competência e, como consequência, chegar ao sucesso financeiro. Quando o homem se sente realizado com o trabalho que desenvolve é porque reconhece o seu valor e o quanto é importante.

Considerando o sentido espiritual da realização, a satisfação do homem pelo que faz proporciona a sua percepção sobre a gama de benefícios que pode causar a si mesmo, às pessoas ao seu redor e até aos animais e plantas. Neste sentido, este homem se sente realizado quando reconhece a divindade e seu papel na Humanidade, isto é, tudo o que há de bom em si e como pode reverter isso aos demais.

Em qualquer profissão é possível encontrar esta realização , seja como médico, professor, gari, jardineiro, etc. A realização independe da valorização social ou financeira.

Sentir realizado significa estar preenchido com uma energia que não se compra, não pode ser roubada e não se esvai devido a obstáculos externos. Essa energia faz parte de cada um como ser integral e, portanto, se irradia em casa com a família, com os amigos, para onde for e com quem estiver. Pela lei da atração, energia positiva atrai seu similar. O resultado só pode ser uma qualidade de vida boa.

Todos têm potencial e talento para exercer uma profissão e se sentir realizados, basta ter força de vontade.
O único cuidado é ter o equilíbrio de não se transformar em um workaholic , isto é, alguém que vive para o trabalho e não trabalha para viver. A vida não pode se resumir ao trabalho material. Se assim for não poderá haver qualidade de vida, pois a vida é composta de vários âmbitos e não só o profissional. Há o afetivo, o emocional, o físico, a convivência e muito mais.

Para ser realizado profissionalmente são necessários alguns passos:
1. fazer o que gosta e/ou gostar do que faz.
2. não enxergar o trabalho como meio de mera sobrevivência, mas uma forma de ajudar as pessoas, ser um servidor.
3. Não enganar as pessoas e nem se enganar, poder deitar toda noite com a consciência tranquila.
4. Não se contentar em ficar estagnado, mas ser um profissional cada vez melhor.
5. Ser humilde para reconhecer o seu valor como um ser divino e para saber que ainda pode aprender a ser um melhor servidor.

Segundo Deepak Chopra, em seu livro As Sete Leis Espirituais do Sucesso, todos têm um “talento singular e uma maneira única de expressá-lo.” Sempre há algo que alguém faça melhor que as demais pessoas, pois este é o seu dharma ou propósito de vida. Para ser realizado profissionalmente é necessário estar dentro da Lei do Dharma .

Todos os profissionais que são realizados, no sentido espiritual da palavra, possuem um ponto em comum: são servidores . São profissionais que proporcionam o bem-estar ao próximo, não enxergam o outro como um cifrão, amam o que fazem e, mesmo que não necessitassem mais de dinheiro para viver, por já terem acumulado o bastante para o resto da vida, continuam exercendo sua profissão.

O profissional servidor é aquele que faz de seu ofício um meio de facilitar a vida das pessoas, independente do que pode ganhar com isso. O motivo para levantar e trabalhar a cada novo dia está dentro dele mesmo. É uma responsabilidade e não uma obrigação que deve cumprir.

A qualidade de vida ocorre na medida em que o homem realizado e satisfeito estende essa satisfação em todas as direções, pois será o resultado será a qualidade positiva na vida de todos.

saiba mais:

Qualidade de vida

Bem-estar físico, emocional, mental e espiritual tendo como resultado a convivência sadia consigo e com os demais.

Realização
Real ação; ação que independe de fatores perecíveis e externos; estado no qual a pessoa se sente em estado de graça, plena e satisfeita, independente do que lhe ocorra externamente.

Lei do Dharma
A Lei do Dharma possui três componentes:
1) Estabelecer contato com o Eu Superior, que é sinônimo de Espírito, Essência ou potencialidade pura.
2) Descobrir seu talento único.
3) Perguntar-se como poderá servir melhor à Humanidade.

Servidores
São aqueles que não se colocam em primeiro lugar, possuindo disponibilidade de atender o próximo segundo sua capacidade, independente do que lhe ocorra externamente.

Workaholic
Expressão americana que teve origem na palavra alcoholic (alcoólatra). Serve para qualificar uma pessoa viciada, não em álcool, mas em trabalho.

Novidades

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4