Sábado, Julho 22, 2017
   
Text Size

Pesquisa

Diferenças devido à idade dos filhos

idadefilhosA ordem de nascimento, uma espécie de marca registrada na inconsciência da criança determina muitas atitudes e sentimentos. Os diferentes distúrbios de conduta que a criança apresenta podem ser relacionados com sua posição na família.

O filho único vive grande parte do tempo com o adulto e daí advém uma série de consequências: solicitação e proteção exageradas. Os pais exigem que ele seja perfeito, pois está tendo sozinho todas as oportunidades, não tem que dividir, compartilhar nada e formam em torno dele uma supersolicitação contínua.

Já o primogênito é o mais levado para as consultas psicológicas, embora nem sempre apresente os maiores problemas. A mãe o leva enquanto ele é o único, por imaturidade, insegurança, sentimentos de culpa; acha que não sabe educá-lo direito, por inexperiência. Após o nascimento do segundo filho, o filho mais velho é levado à consulta principalmente por ciúmes. A atenção familiar que era exclusivamente centrada nele tem que ser repartida, levando-o a ressentimentos. No ambiente, assume facilmente posição de liderança, tem maior responsabilidade do que os outros irmãos, com sensação de poder e autoridade.

O caçula é o filho educado com superindulgência; geralmente conserva-se muito infantil. É o filho que recebe maior carga de ciúmes dos outros, sem poder descarregar seus sentimentos, pois os outros são sempre mais poderosos. Na vida social são mais afáveis, não têm responsabilidade.

O filho do meio, durante certa fase, é o caçula e recebe a carga ciumenta do irmão mais velho. Em casa, dão-lhe as coisas usadas pelo primeiro: roupas e brinquedos. Algum tempo depois, surge um irmão menor que centraliza a atenção familiar. Sua posição torna-se difícil, pois nunca é tão forte e poderoso como o mais velho e nunca é bebê como o menor. Responde a essa situação com agressividade, muitas vezes dirigidas ao bebê; outras, à mãe. Procura sempre chamar atenção, achando que nunca obteve o suficiente. A carga de ciúmes recebida é canalizada para o irmão. No ambiente social é o mais cooperador.

As diversas expectativas dos pais, diante de cada filho que nasce, criam características diferentes de personalidade. Mais tarde, elas variam em intensidade, dependendo do tipo de educação que a criança recebe. Acabar com as diferenças entre os irmãos, portanto, é impossível, mas amenizá-las e evitar exageros é, além de viável, necessária para uma boa convivência em família, onde todos aprendam a lidar com frustrações, competição e solidariedade.

Bibliografia:
http://www.apagina.pt/arquivo/Artigo.asp?ID=2575

http://aprendiz.uol.com.br/content/brukekuroc.mmp

Saiba mais: Diferenças devido ao sexo dos filhos ; COMO LIDAR COM AS DIFERENÇAS ENTRE OS FILHOS

Novidades

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4