Carta ao Leitor – Viva a Vida! E viva a Vida como Deus fez!

ciclo_da_vidaNão quero te beatificar, mesmo porque você não era nenhuma santa… claro, também não era uma pessoa depravada… era como todos nós, comum…

 

Não, esta também não é a palavra, porque de comum, você não tinha e não tem nada. Bom, não sei que palavra usar, nem estou preocupada com ela, a palavra. Também não quero te retratar para ninguém. Só quero estar assim… te sentindo. Sentindo o quanto você preenche a minha vida e o quanto valeu a pena viver com você, e vale a pena viver com tantas outras pessoas, que como você, fazem a vida valer a pena.

O que mais vem na minha mente é a sua boca grande, cheia de trejeitos, que não pode ser bonita, mas em você, se torna singular e muito intensa em expressar o que você não gostava, coisas de “flu-flu’, garota mimada, como as coisas engraçadas, que você enfatizava com suas palhaçadas. Palhaça, sem dúvida… quanta bobagem você dizia, e isso tornava a vida mais simples, mais clara, mais verdadeira, porque dizia-se muitas verdades envolvidas nas brincadeiras, verdades que se ditas de outras maneiras, seriam palavras doídas, coisa que se pode falar para amigos, mas da sua maneira, com palhaçadas.

O que eu aprendi com você, fez a minha vida ser melhor, porque todos os dias eu aplico isso no meu viver e não é porque você morreu, desencarnou é melhor. Quer ver uma coisa que você falava e parece que agora te vejo, na minha frente, falando, tão calorosamente, e rindo: Você falava que a coisa mais gostosa era beijar na boca, que adorava e não perdia a oportunidade… essa é uma verdade, que cultivarei para sempre… Outra coisa era o fio dental que você usava, quando queria estar mais sexy, daí em diante, saia um repertório de bobagens pornográficas, eróticas e muito, muito engraçadas, que nós ríamos para valer. O melhor é que estas conversas eram entre amigos tanto do sexo masculino como feminino, sem distinção, sem preconceitos e sem maldade nenhuma, fazia todos os acontecimentos da vida serem, como de fato são, muito naturais.

Me lembro do seu chinelinho, que você arrastava e o “Joe” implicava com você para que levantasse o pé para andar. Lembro da tua cara de sono, em determinada hora do dia, que era inevitável. Lembro de como você mostrava que as coisas simples tornam a vida mais feliz, como: subir em árvore, chupar manga sem se preocupar com a lambuzeira, namorar, comprar, isso era um problema que você lutou, para não ser consumista… Lembro de quanto você gostava de dançar e dizia ser a “Morena do Tchan”.

Lembro do teu exemplo de vida, quando a morte se fez presente, embora sabemos que todos os dias ela aí está, mas você dizia que a vida era além de tudo isso que você me fez lembrar de você, e ainda assim, você me fez ver que a vida era melhor do que tudo isso de bom que você havia me mostrado.

Uma amiga como você, me dá força neste momento, que sinto tanta falta de minha amiga, que justamente é você. Um discípulo como você, que se torna Iniciado no período que está encarnado, pela força da virtude, faz que seu Mestre sinta que a luta pela conquista da eternidade é justificada pela conquista da Vida.

Sei aonde você está, sei como você está e posso te sentir, privilégio que a maioria não tem, contudo foi importante e é importante que seja assim a vida, tanto para você como para nós, porque prova que o que mais importa, é aquilo que sentimos pela presença de Espírito, porque mesmo você não estando fisicamente aqui, o que você realizou, permanecerá como produção de uma vida moralmente digna, que produzirá ainda mais, porque não só em mim multiplicou a sua vida, como em todos que a sua vida você participou, participa e participará.

Você gosta de minhas rosas e dos meus hibiscos cor de rosa… São todos para você. Te amo muito. Obrigada pela oportunidade de participar da sua vida e de participar a sua vida comigo.

Da sua amiga, do seu Mestre para minha amiga e meu Iniciado.

De Elaine Sanches Morais
Para Mirian de Cássia Gerei Santos

Posts Recentes

Assine já!

Quer estar por dentro das últimas novidades?

Não se preocupe, também não gostamos de spam ;)
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de privacidade.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Veja Também

Postagens Relacionadas

ipe vai are voce2
Destaque

O IPE

    O Instituto de Pesquisas Evolutivas é uma instituição sem fins lucrativos que realiza serviços de esclarecimento à comunidade,

Continuar lendo »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Institucional